quarta-feira, 29 de março de 2017

Em Uruburetama

Dezesseis anos de seus 36 de idade, a agricultora Maria Lúcia de Almeida Braga foi mantida em cárcere privada, em Uruburetama, a 120 quilômetros de Fortaleza. O cárcere terminou há 20 dias, mas somente hoje foi divulgado pela Polícia Cearense, que prendeu o irmão de Lúcia Braga, João Almeida Braga, de 48 anos, acusado de ser encarcerador da irmã. A agricultora foi mantida em cárcere desse quando engravidou em 2001. O irmão tão logo soube da gravidez de Lúcia Braga então com 20 anos, a encarcerou num quarto escuro.
No último dia nove de março, a agricultora foi resgatada pela Polícia, que preferiu somente nesta quarta-feira divulgar o fato, após a prisão de João Braga. O delegado da Regional de Itapipoca, cidade vizinha a Uruburetama, Harley Filho, revelou à imprensa que a agricultora teve o bebê em 2001 e que ele foi doado para outra família pelos parentes de Lúcia Braga.
Harley Filho destaca que em oito de março último recebeu a denuncia que uma mulher era mantida em cárcere privado em Uruburetama. "Fomos lá no dia nove e nossa equipe resgatou a vítima. Tivemos que romper dois cadeados e arames para tirar dona Lúcia Braga do cativeiro. Deu muito trabalho, pois para ter acesso ao quarto onde ela estava há 16 anos tivemos que passar por um terreno que tem três casas. Havia um terceiro cadeado na casa que estava a vítima. Quando entramos no quarto onde ela estava havia outro cadeado", relata o delegado.
Segundo Harley Filho, no quarto onde Lúcia Braga ficou encarcerada por 16 anos havia apenas uma rede e um pano de rede que ela usava como lençol. O compartimento não tem banheiro. "O odor de fezes e urina tomava conta do quarto", descreve o delegado. Conforme ainda Harley Filho, a agricultora não tinha roupas e era mantida no cárcere totalmente nua.
Nos depoimentos que colheu junto a familiares de Lúcia Braga, o delegado foi informado que ela comia duas vezes por dia. Uma refeição às dez da manhã e outra entre três e quatro da tarde. Segundo ainda relato dos familiares, "nas poucas vezes que alguém abria o cadeado do quarto, Lúcia Braga tentava escapar".
Harley Filho descreve que o cativeiro não tinha eletricidade ou som. "A única luz que entrava era pela brecha da janela, que também ficava fechada com um cadeado".
Logo foi resgatada, Lúcia Braga foi levada ao Hospital Municipal de Uruburetama. Lá recebeu atenção médica e encaminhada para os cuidados de uma família da cidade, onde está acolhida, passando bem.
Lúcia Braga, que durante o cativeiro perdeu o poder da falar, tem se comunicado pela escrita com a família que a acolheu. "Aos poucos ela vem recuperando a fala", informa o delegado.
Quanto ao filho de Lúcia Braga, a Polícia conseguiu localizar. Hoje é um jovem de 16 anos. "Vamos com calma conversar com ele para não gerar mais traumas", adverte Harley Filho.
"João Almeida Braga, conhecido como Joãozinho foi preso por cárcere privado e maus tratos. A pena para os crimes vai até oito anos de reclusão", destaca o delegado.
Sobre os pais de Lúcia e João Braga, Harley Filho, lembra que "eles são idosos e debilitados. Era Joãozinho quem cuidava das finanças da família e permitia a situação de cárcere da irmã", acusa o delegado.
Segundo o delegado, "o motivo para o cárcere é que Lúcia Braga seria mãe solteira e eles não aceitavam. Eles dizem que a encarceraram para que não engravidasse novamente".
Harley Filho colheu informações que antes de ser encarcerada, Lúcia Braga levava uma vida normal, em Uruburetama. "Mas ela teve um relacionamento e, após o fim do romance, apresentou problemas
psicológicos. Em seguida teve outro relacionamento e engravidou. Por isso, foi trancada e impedida de criar o filho", finaliza o delegado.

Carta de Fortaleza

Os governadores do Nordeste fecharam pauta unificada para o desenvolvimento da região e avanços fiscais durante o 6º Encontro dos Governadores do Nordeste. Na reunião realizada hoje, no Palácio da Abolição, o governador do Ceará, Camilo Santana, recebeu os governadores Wellington Dias (PI), Renan Calheiros Filho (AL), Ricardo Coutinho (PB), Robinson Faria (RN) e Paulo Câmara (PE), além do vice-governador de Sergipe, Belivaldo Chagas Silva. No encontro, os gestores dos sete estados debateram ações sistemáticas para a implantação de políticas públicas a partir de uma visão de curto e médio prazos, competitividade e produtividade, considerando algumas das principais reivindicações econômicas dos nove estados da Região. Uma carta aberta (Carta de Fortaleza - Pelo crescimento econômico e emprego no Nordeste) foi redigida pelos governadores para ser apresentada ao presidente da República, em data a ser definida.

Entre assuntos de interesse comum estão a continuidade e a ampliação de investimentos para a região, renegociação de dívidas, ajuste fiscal, convivência com a seca (com ênfase nas obras de transposição do rio São Francisco) e o projeto de reforma da Previdência do Governo Federal. "Discutimos vários pontos importantes, convergentes dos estados. Algumas decisões foram decididas por lei, como renegociação das dívidas. O Nordeste foi beneficiado com medida do BNDES mas, até agora, não foi concretizado e vamos cobrar isso. Os estados do Norte-Nordeste representam 6% da dívida pública da União", disse o governador do Ceará, Camilo Santana.

A estrutura fiscal de Estados e da União foi um dos principais temas discutidos na reunião. Para os governadores, o País requer uma reestruturação fiscal que não penalize os estados. Hoje, segundo os gestores, 68% das taxas arrecadadas ficam com a União. A exigência do reajuste dos déficits com o Governo Federal é outra prioridade. Durante a reunião foram apresentadas, ainda, alternativas para solucionar problemas causados por uma defasagem no federalismo fiscal, cujo desgaste prejudica os estados, em especial os do Nordeste. O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, apresentou uma proposta para a renovação do pacto federativo e para a recuperação dos Estados.
O fim da guerra fiscal, proposta encaminhada por estados do Sudeste ao Supremo Tribunal Federal, também entrou na pauta dos governadores, que se posicionaram a favor de seus estados conservarem políticas de atração de investimentos para manterem-se competitivos no cenário nacional. "Fazendo um reequilíbrio fiscal e uma fórmula de distribuição de receitas, conseguimos investir em áreas que precisam, como infraestrutura, saúde, geração de empregos e educação. Temos que pensar uma política tributária na área do ICMS que seja menos burocrática e que aumente a concorrência entre os estados", afirmou o governador do Piauí, Wellington Dias.
"É uma questão de grande importância e qualquer decisão precisa ter uma compensação por parte dos estados. Isso contribui para a economia, o andamento das obras, geração de empregos. Todos os estados do Nordeste têm capacidade de atrair investimentos e essa é uma forma de retomar o crescimento, além de garantir os convênios entre Estado e União já existentes, principalmente para as obras hídricas. Vamos buscar a suspensão ou renegociação das dívidas dos agricultores e exigir a celeridade das obras emergenciais para a convivência com a seca", acrescentou o chefe do Executivo cearense.
Previdência
Sobre a reforma da Previdência, um dos pontos principais da reunião, houve consenso de que o Brasil precisa de uma reforma, mas não um modelo que penalize a população mais pobre. "As mudanças na Previdência precisam levar em conta não apenas a questão fiscal brasileira; mas, sim, a sua natureza social", afirmou o governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho. Na avaliação dos governadores, o processo necessita ser trabalhado com maior precaução. "Temos compreensão da necessidade, mas temos restrições a alguma propostas, principalmente em questão da aposentadoria. Esse debate precisa ser aprofundado, os estados do Nordeste não foram convidados para participar. Vamos aguardar o desenrolar das discussões no Governo Federal. É importante, necessária, mas é preciso ser feita com cautela para ver quem vai pagar essa reforma. É essencial que não seja a população brasileira mais pobre", explicou Camilo Santana.
O governador Ricardo Coutinho, da Paraíba, também defendeu o direito à aposentadoria. "A visão de todos os governadores é de que o Estado brasileiro não pode comportar diversos tipos de aposentadoria, mas você não pode tirar o direito das pessoas de se aposentarem. Um exemplo é o dos trabalhadores rurais. A previdência não é um luxo, é um direito. Não dá para tratar 14% dos trabalhadores da Previdência, que são os trabalhadores rurais do Nordeste, como prejudiciais à Previdência. Eles têm direito de se aposentar", afirmou.
Já o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, destacou a importância do encontro para os estados alinharem os interesses em comum. "Essas discussões são sempre produtivas pois tempos uma agenda muito semelhante. Questões como violência, desemprego, questão hídrica, já que vivemos o sexto ano consecutivo de seca, subfinanciamento da saúde. Sempre fazemos nessas reuniões uma avaliação do que está acontecendo no país e proposições para frente. Hoje saímos com uma série de reuniões a serem agendadas. Queremos levar a pauta do Nordeste para o presidente da República, para o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, para a presidente do STF, Carmen Lúcia, para discutir questões federativas importantes e que têm nessas instituições a condição de trabalharmos juntos", arrematou.
Leia a carta dos governadores na íntegra: 
CARTA DE FORTALEZA
Pelo crescimento econômico e emprego no Nordeste
Reunidos na cidade de Fortaleza (CE), no dia 29 de março de 2017, os governadores do Nordeste debateram a situação fiscal, previdenciária e social que aflige as populações dos estados nordestinos. A partir de uma análise sobre os números do chamado “déficit da previdência”, ficou evidenciado a necessidade de discutir e propor uma solução para o problema que não penalize os mais pobres e as mulheres.
O sistema previdenciário brasileiro envolve uma parte significativa de seguridade social, que é responsável por garantir uma vida mais digna a milhões de brasileiros. Portanto, existe concordância com a necessidade de implantar medidas para reformar a previdência brasileira, mas preservando a cidadania, o bem-estar social, protegendo especialmente os trabalhadores rurais, as mulheres e o acesso aos Benefícios de Prestação Continuada (BPC).
No encontro, foi apresentada uma proposta que consegue equilibrar a previdência dos Estados e, ao mesmo tempo, minimizar o grave problema fiscal do pacto federativo brasileiro. Todos os Governadores presentes firmaram um pacto em defesa da redistribuição das “contribuições sociais” - PIS, Cofins, CSLL - com estados e municípios. É uma saída plenamente possível e responsável que reequilibra as contas públicas dos estados nordestinos e possibilitará a retomada imediata de investimentos públicos. Nos últimos 50 anos houve uma redução de 40% na participação dos estados do chamado “bolo tributário”. A Constituição de 1988 descentralizou despesas – saúde, segurança e educação, principalmente –, porém manteve a concentração da receita na União. O processo de aumento de impostos no Brasil – tão criticado por vários setores da sociedade – se deu nas chamadas contribuições sociais, que não são repartidas com estados e municípios. Agora, é o momento oportuno para construir uma proposta que promova o desenvolvimento sustentável e inclusivo.
Além destes dois pontos centrais, foram elencados como matéria importante para o Governo Federal deliberar imediatamente:
a) A obtenção imediata do alongamento das dívidas do BNDES sem diferenciação de fontes, incorporando todas as linhas de financiamento;
b) Liberação dos empréstimos já autorizados em 2016;
c) a convalidação dos incentivos fiscais, fazendo a transição para um sistema que acelere o crescimento econômico das regiões Norte-Nordeste;
d) Apoio à Emenda Constitucional que autoriza a securitização da Dívida Ativa do setor público brasileiro;
e) O não contingenciamento das obras hídricas no orçamento do Governo Federal;
f) Ampliar as fontes de financiamento à saúde, assegurando aos menos favorecidos o direito garantido pela Constituição Federal;
g) Liberação da bolsa estiagem e também a suspensão dos pagamentos das dívidas dos agricultores afetados pela seca;
h) Garantir a imediata realização dos leilões de energia solar e eólica suspensos em dezembro de 2016, e apoio a projeto para partilha das receitas de Energias Renováveis beneficiando estado e município da origem da energia;
Os governadores entendem que estas medidas são essenciais para a retomada rápida do processo de geração de emprego e redução das desigualdades no Nordeste.
Camilo Santana
Governador do Estado do Ceará
Paulo Câmara
Governador do Estado de Pernambuco
Robinson Faria
Governador do Estado do Rio Grande do Norte
Ricardo Coutinho
Governador do Estado da Paraíba
Wellington Dias
Governador do Estado do Piauí
Renan Filho
Governador do Estado de Alagoas
Belivaldo Chagas
Vice-governador do Estado do Sergipe

Clube Paladar

A área de Novos Negócios do Grupo Estado e a Grand Cru lançam hoje o Clube Paladar, um e-commercecom programa de assinaturas focado no mercado da alta gastronomia. O primeiro segmento disponível na plataforma com conteúdo do Grupo Estado e experiência de mercado da Grand Cru é o de vinhos. 
O Grupo Estado e a Grand Cru são sócios no Clube Paladar, que tem a proposta de oferecer ao público produtos enogastronomicos, embalados com informação de credibilidade e seleção especializada. O consumidor poderá comprar vinhos na loja virtual ou assinar os planos oferecidos para receber em casa os rótulos do plano escolhido mensalmente. O assinante também poderá se informar sobre a origem e história do produto com a segurança de ser assistido por uma equipe de especialistas em vinhos. Segundo Luciano Kleiman, CEO da Grand Cru, “todos os meses será levada aos clientes do Clube Paladar uma nova experiência, que vai ajudá-los a descobrir mais sobre o mundo dos vinhos”. 
“Começamos pelos vinhos porque é um dos segmento mais fascinante. São milhares de opções, cada uma com sua especificidade o que por si só já justifica um grande trabalho de curadoria, que é uma das principais funções de um clube de vinhos. Além disso, é um mercado que cresce de forma consistente no Brasil e tem um potencial gigante de crescer ainda mais”, explica Flavio Pestana, diretor-executivo comercial do Grupo Estado. 
O Clube Paladar vai oferecer, além da venda unitária de vinhos, três modalidades de assinatura: Super Paladar com vinhos na faixa de R$ 60,00; o Incrível Paladar com vinhos de R$ 120,00; e o Sublime Paladar com vinho de R$ 180,00. Em todas as modalidades o assinante pode optar por duas, quatro ou seis garrafas mensais. Todos os assinantes também receberão mensalmente uma revista exclusiva para poder mergulhar e descobrir as maravilhas do mundo enogastronomico. 
A decisão de investir nesse novo negócio foi tomada ao longo de 2016. O Clube Paladar surge da união de duas marcas fortes e consolidadas no mercado em suas áreas de atuação. Com a proposta de levar prazer para a mesa de seus assinantes, o e-commerce reunirá em seu portfólio uma seleção de alta qualidade, que começará por vinhos e seguirá por outros produtos como queijos, cachaças, entre outros. A expectativa é chegar a 10 mil assinantes até o final do ano. 
Pesquisas internas mostram que o consumidor quer saber mais sobre os produtos e quer aprender sobre temas gastronômicos. Um grande inibidor da escolha de vinhos no Brasil, por exemplo, é o desconhecimento sobre o produto. A média brasileira está muito abaixo de outros países. Enquanto no Brasil se consome 2 litros por habitante por ano, na Argentina são 40 litros e na França, 60 litros. 
O Clube Paladar pode ser acessado pelo site www.clubepaladar.com.br. Além da loja virtual, os usuários vão ter acessos a vídeos com entrevistas, receitas, degustações, visitas a vinícolas, entre outros. Serão produzidos três novos vídeos por semana. Desta forma, o consumidor que quiser mergulhar nesse universo terá quatro plataformas produzidas com a credibilidade editorial do Grupo Estado: conteúdo no caderno Paladar, revista Clube Paladar, site e TV Clube Paladar, no Youtube.

Festival de Vinhos Verdes

A Páscoa se aproxima e, com ela, uma série de opções saborosas nas gôndolas dos supermercados. No aquecimento para a data, o Pão de Açúcar realiza até 17 de abril o Festival de Vinhos Verdes, que traz uma seleção de 18 rótulos de seis produtores presentes na região de Vinho Verde ao Norte de Portugal. A curadoria é do consultor de vinhos da rede, o enófilo Carlos Cabral. Durante a ação, estes vinhos estarão com preços diferenciados em todas as lojas do Brasil.
O festival está em sua 4° edição e foi criado para atender a demanda que aumenta nesta época do ano devido às celebrações. Este tipo de vinho faz, ainda, a harmonização perfeita com o bacalhau, um dos pratos mais tradicionais e pedidos para a Páscoa.
“O mapa do vinho verde é muito conhecido por turistas e amantes da bebida. Diferente do que muitas pessoas pensam, ele não leva este nome por sua cor, pois pode ser tinto, branco, rosè e até espumante. Seu nome vem da sua região de produção, o território do Entre Douro e Minho, no noroeste de Portugal, conhecida pela paisagem verde das vinhas. É frutado, leve e perfeito para harmonizar com peixes e carnes brancas”, explica Cabral.
Alguns rótulos de vinhos do festival: Vinho Português Verde Branco Estreia 750 ML, Vinho Português Rose Estreia 750 ML, Vinhos Português Branco Verde Lour Estreia 750 ML entre outras opções.

Futricas Cearenses

TREM BALA NA TV! O programa TREM BALA do amigo Alan Neto, estará de de volta em Abril, agora na TVC(canal 5), todo dia, meio dia.

Autismo

O Dia Mundial de Conscientização sobre o autismo será celebrado no próximo domingo (dois de abril). Para conscientizar a população sobre o Transtorno, nos dias primeiro e dois de abril o Lounge Manhattan recebe a I Jornada FAZ - “Compreendendo o autismo e construindo pontes para o futuro”. Palestras, espaço infantil e mostra de artes fazem parte da ação, gratuita, que se realiza das 14 às 19 horas no Lounge Manhattan (Shopping RioMar Fortaleza, no piso L2, próxima à loja L´Occitane). 
O Autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição geral para um grupo de desordens complexas do desenvolvimento do cérebro, antes, durante ou logo após o nascimento. Esses distúrbios se caracterizam pela dificuldade na comunicação social e comportamentos repetitivos. Embora todas as pessoas com TEA partilhem essas dificuldades, o seu estado irá afetá-las com intensidades diferentes.
A jornada é organizada pela Associação Fortaleza Azul (FAZ) e conta com a presença de especialistas que esclarecem o tema para pais e interessados. Neuropediatras, psicomotricista e ginecologistas são alguns destes profissionais. Ainda na programação, as crianças acompanham apresentações musicais, pintura em tela, contação de história e outras atividades.
Sobre a Associação Fortaleza Azul
Associação sem fins lucrativos, formada atualmente por cerca de 140 famílias de indivíduos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Seu principal objetivo é que indivíduos com autismo sejam respeitados em suas peculiaridades. Para atingir essa meta, são pautas da FAZ a garantia de políticas públicas relacionadas ao autismo, ações que levem informações à sociedade e atividades que envolvam as famílias.
Sobre o Lounge Manhattan
Espaço com 1000 metros quadrados, o lounge integra uma estratégia pioneira e alternativa a outros modelos de comercialização de imóveis, como feirões e apartamentos decorados. O local, propício para se viver experiências como se estivesse em casa, segue em funcionamento pelos próximos meses no Shopping RioMar Fortaleza, próximo à loja L'Occitane. O horário de funcionamento é o mesmo do shopping.
Serviço
1ª Jornada FAZ – “Compreendendo o autismo e construindo pontes para o futuro”.
Dias 1 e 2 de Abril, às 14 horas, no Lounge Manhattan (Piso L2 do Shopping RioMar Fortaleza). Aberto ao público.
Informações: (85) 98603.1819 

Na Contemporarte

A Galeria Contemporarte, localizada na Rua Vilebaldo Aguiar, 300, no bairro Cocó, segue até 13 de abril com a mostra “Caligrama”, que reúne, pela primeira vez, trabalhos das artistas Ana Cristina Mendes, Luiza Simons, Tete Alencar e Tereza Dequinta. Em comum, a cearensidade e o reconhecimento mundial das conterrâneas de estilos tão distintos. A Galeria funciona de segunda à sexta, das 10 às 19 horas.
A inspiração para o nome da exposição veio da fragmentação poética, quando as frases tomam formas de pessoas, rostos ou qualquer objeto que cause o entendimento geral da mensagem a ser passada. Assim é Caligrama, composta por quarto artistas cearenses de prestígio e conhecimento internacional, numa “conversa” inédita a partir de diferentes técnicas e visões de mundo pelo olhar que cada uma imprime na arte. No acervo, fotografias, desenhos, vídeo e pinturas.
Caligrama
O cearense é um povo com tradição de êxodo, da terra cáustica e falta de oportunidades que o leva a desbravar novos lares e horizontes. Entretanto, há algo ligado ao chão onde nascemos que nos coloca às voltas com nossas questões de identidade e pertencimento.
É com esse sentimento que a Contemporarte apresenta uma exposição de encontros pouco prováveis, de quatro artistas em diferentes lugares e momentos que possuem visões de fronteiras elásticas para sua obra, e entram em diálogo pela primeira vez.
Em comum elas têm o fato de serem mulheres nascidas no Ceará e possuem um conjunto de obra que alcança um público global. Já de diferenças seriam muitas para listar: são processos distintos que passam pela escanografia, fotografia, performance, escultura, costura, tatuagem, grafite e desenho; além de questões e contextos tão diversos e particulares do universo de cada uma. Um caligrama de obras, fragmentos poéticos de quatro artistas, que ecoavam soltos e enfim entrelaçam-se.
Artistas
Ana Cristina Mendes (Fortaleza-CE, 1967)
Ana Cristina Mendes é artista visual, mestra em Artes (UFC-CE), graduada em Artes Plásticas (IFCE–CE), Design (FIT – Fashion Institute of Technology, Nova York / EUA) e extensão em Dança e Pensamento (Escola de dança da Vila das Artes / UFC). Trabalha na fronteira de diferentes linguagens artísticas, com o olhar direcionado ao desenho, à performance, à fotografia e à vídeo-instalação. A experiência artística se dá a partir dos sintomas provocados no corpo que rompem brechas como prováveis escapes. Sua pesquisa recente Oceano [in]vestido teve como proposta um trabalho em processo e em colaboração à distância, através de um experimento (um vestido e um caderno de registro) deslocado como disparo para uma experiência estrangeira. O processo continua e, nesse momento, novos escapes desaguam em extensões mais elásticas através do mar-tecido, que apresenta na galeria a partir de uma performance em vídeo e pinturas que vieram a partir dessa experiência. Metaforicamente, criar esse ”mar”, impregná-lo com seus resíduos naturais e atravessá-lo pelo Atlântico é como uma lente de alcance que, para além da arte, propõe-se a diluir fronteiras, falar de formas de ligação, conexões e viagens. Realizou exposições coletivas, individuais, performances e residências artísticas em âmbito nacional e internacional. Integra grupos ligados a performance e corporeidade.
Luiza Simons (Quixadá-CE, 1953)
Luzia Simons trabalha vive e trabalha em Berlim e já participou de importantes mostras coletivas em instituições como a Bienal de Curitiba (2013), o Museum der Moderne (Salzburg, Áustria), Kunsthalle Emden (Emden, Alemanha), o Tóquio Art Museum (Tóquio, Japão), o Museu de Arte Moderna de São Paulo, Pinacoteca de São Paulo e individualmente na Bienal de Istambul (2005), no Museum de Buitenplaats (Eelde, Holanda), no Centre d’Art de Nature ( Château Chaumont-Sur-Loire, França). Sua obra faz parte de coleções nacionais e internacionais, como as do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, do Fonds National d Art Contemporain (Paris, França), do Graphische Sammlung der Staatsgalerie (Stuttgart, Alemanha), da Casa de las Américas (Havana, Cuba), da University of Essex Collection of Latin American Art (Essex, Inglaterra), entre outras.
Volta a Fortaleza com a série Tickets (Einzelfahrt), composta por 13 trabalhos em escanografia, que refletem o deslocamento cultural e de identidade da artista em solo alemão. Os elementos de segurança impressos nos bilhetes do transporte público de Berlim brincam com o sentido da palavra alemã Einzelfahrt, que traduz livremente “viagem só de ida”. Estes elementos são mesclados com recortes que representam suas origens nordestinas e brasileiras. Uma dialética do pertencimento e da incessante condição de estrangeira da cearense, que reside há mais de 40 anos na Europa. 
Tereza Dequinta (Fortaleza-CE, 1987)
O trabalho de Tereza Dequinta confunde-se com o Acidum Project de arte urbana, fundado em 2006 e que toca junto o marido Robézio Marqs desde 2011. O casal já realizou grandes murais e importantes projetos em Fortaleza, São Paulo, Rio de Janeiro, Colônia, Berlim, Paris, Cabo Verde, Miami e Toronto. A arte do projeto é dinâmica e variada, além das pinturas o projeto utiliza outros suportes e variadas técnicas para as artes, tais como: design, fotografia, graffiti, lambe-lambe, tatuagem, stickers, stencils, vídeos, além da criação de poesias.
Para esta exposição, Tereza traz uma seleção de pinturas com seus personagens e fantasias característicos, reverberando o reconhecido trabalho muralista urbano. A artista nos traz também uma série de desenhos onde a sobreposição de papéis nos mostra como a arte de Tereza e de Robézio se unem e se diferem no processo do Acidum.
Tete de Alencar (Iguatu-CE, 1977)
Nascida em Iguatu, Tete Alencar vive e trabalha em Londres e é membro da Royal British Society of Sculptors. Tem na escultura uma de suas principais vertentes, passando ainda pelo happening, fotografia e desenho. Já expôs seus desenhos e esculturas na galeria Andrea Rehder, em São Paulo, assim como na Alemanha, Inglaterra, França e Cuba.
Em 2001, a artista trouxe objetos em tecido para uma exposição em Fortaleza, que na nossa luz tomou outra configuração, ganhando vida no fim da tarde com a energia do sol, projetando sombras nas paredes que mais pareciam seres vivos. Desde então, copiar as sombras de todas suas esculturas tornou-se um hábito.
No ateliê, em Londres, os desenhos são preenchidos com linhas paralelas que Tete afirma que nunca haver errado uma sequer, parecendo os já ter desenhado na mente, podendo prever todos os obstáculos que encontraria pela frente.
As peças da Caligrama são sombras fotografadas das pedras do deserto do Wadi Rum na Jordânia. As sombras nesta parte do mundo são tão importantes quanto as sombras do Ceará que são essência para a sobrevivência dos seres que vivem neste ambiente.
Serviço
Caligrama
Local: Galeria Contemporarte (Rua Vilebaldo Aguiar, 300 – Cocó)
Rua Vilebaldo Aguiar, 300, Fortaleza.
De segunda a sexta, de 10 às 19 horas.

Na Praça Verde

Ícones da música brasileira alternativa, Liniker e os Caramelows realizam show único em Fortaleza no próximo domingo (primeiro de abril), no palco da Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema. O primeiro lote de ingressos começa a ser vendido no dia 7 de março na bilheteria do Dragão e no site Bilheteria Virtual.
Realizado pela Multi Entretenimento, o show promete reunir os principais sucessos da banda, conhecida pela potência das letras e pela presença de palco irreverente. Depois do sucesso do EP “Cru”, lançado em 2015 e que conseguiu milhões de visualizações no Youtube, Liniker e os Caramelows apresentam o repertório do primeiro disco “Remonta”, lançado em setembro do ano passado.
Produzido por Marcio Arantes, o trabalho traz as conhecidas faixas do EP de estreia e outras já cantadas nos shows com uma nova roupagem. Além disso, quatro músicas inéditas foram gravadas. É o caso de “BoxOkê”, que foi registrada com a rapper Tássia Reis e a banda instrumental Aeromoças e Tenistas Russas. Mais nomes enriquecem a ficha técnica de “Remonta”. Marcelo Jeneci, Tulipa Ruiz e As Bahias e a Cozinha Mineira foram alguns dos artistas que passaram pelo estúdio para fazer participações especiais.
Todas as letras do disco são de autoria da cantorx e compostitorx Liniker, enquanto a parte musical foi pensada em conjunto por Marcio Arantes e o grupo Caramelows – formado por Rafael Barone (baixo), William Zaharanszki (guitarra), Pericles Zuanon (bateria), Márcio Bortoloti (trompete) e Renata Éssis (backing vocal).
As apresentações também foram totalmente remontadas, com novos figurinos, cenografia e repertório. Outra novidade é a presença de mais três músicos de apoio: Fernando TRZ (teclados), Marja Nehme (percussão) e Eder Araújo (saxofone).
Serviço
Liniker e os Caramelows em Fortaleza
Data: 1º de abril de 2017
Local: Praça Verde do Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema)
Abertura dos portões: 20 horas
Classificação: 16 anos
Ingressos (1º lote): R$60 (inteira) e R$30 (meia)
Pontos de venda
Bilheteria na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura - Terça a domingo, das 14 às 20 horas (fechado às segundas e feriados)
*Site BilheteriaVirtual.com
Formas de pagamento:
*Site: cartões de crédito Hipercard, Visa, Master e Diners.
*Pontos de vendas físicos: Dinheiro; Cartões de crédito MasterCard, Visa, Diners Club e Hipercard e Cartões de débito Visa Electron, MasterCard débito.

Morre João Gilberto Noll

Bombinhas reflorestadoras

Um modo diferente de combater a degradação ambiental. No Ceará, a Sociedade Anônima de Água e Esgoto (Saec) do Crato resolveu atirar bombas de sementes para reflorestar a Serra do Araripe. Já foram lançadas dez mil bombas na encosta da Araripe, onde aconteceu recentemente um grande incêndio.
Fabricadas com argila (barro), composto orgânico e sementes, as bombas segundo a consultora de Educação Hidroambiental da Saec-Crato, Ana Cristina Diogo, são eficazes. "Estamos tendo uma resposta positiva", destaca ela.
As bombinhas são arremessadas de um helicóptero. "Elas são compostas de oitenta por cento de argila e vinte por cento de esterco, onde nessa bombinha colocando as sementes nativas", informa Cristina Diogo. Na próxima sexta-feira (31) vai haver lançamento de bombinhas na Serra do Araripe de forma manual através de trilhas na área de preservação ambiental.

CRA-CE Itinerante

Na próxima sexta-feira (31), o Conselho Regional de Administração do Ceará lançará o "CRA-CE Itinerante", um veículo van que fará atendimento a profissionais e a sociedade por todo o Estado.
O Presidente do Conselho Federal de Administração, Wagner Siqueira, estará presente no lançamento, ao lado de Leonardo Macedo, que preside do CRA-CE, bem como profissionais e estudantes.
Administradores, tecnólogos, empresas e estudantes têm mais uma oportunidade de utilizar os serviços do Conselho Regional de Administração do Ceará. Com eficiência e conforto, a unidade móvel de atendimento está equipada para oferecer diversos serviços do Conselho, como pagamento da Anuidade, tirar a 2ª via de Carteira de Identidade Profissional e da Carteira de Estudante, promoção de ações de fiscalização, entre outros serviços que podem ser feitos na sede do Conselho ou, agora, no Itinerante.
A iniciativa do CRA-CE consegue agregar três pilares básicos: descentralização, flexibilização e maior abrangência territorial, que uma vez concentrados, maximizam o potencial do verdadeiro atendimento aos profissionais e a sociedade. 
De acordo com o presidente do CRA-CE, Adm. Leonardo Macedo, a unidade móvel é mais uma comprovação do compromisso de estar cada vez mais perto dos Administradores. “O CRA-CE Itinerante é exatamente a concretização do conceito de Autoatendimento. O CRA vai ao Administrador aonde quer que ele esteja. É uma unidade móvel que faz no local de trabalho do colega, na sua cidade, bairro, em lugares brevemente definidos, tudo aquilo que ele poderia fazer na central de atendimento no conselho”, explica.
Leonardo diz ainda que o Itinerante vai aproximar o Conselho dos estudantes e da sociedade, não só na capital, mas definir atendimento por todo o Estado. "O CRA Itinerante também vai promover fiscalização em empresas e órgãos, a fim de garantir o bom cumprimento da legislação no que diz respeito à seara da Administração", elucida.
Quem é, Wagner Siqueira, Presidente do CFA - É filho de Belmiro Siqueira (Patrono dos Administradores no Brasil) e durante os últimos 6 anos (2001-2016) foi presidente do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA-RJ), onde empreendeu uma firme e ampla luta em defesa do mercado de trabalho dos Administradores e dos Tecnólogos de Gestão. Seus posicionamentos no campo político-institucional, sempre independentes, lhe garantem a liderança da profissão em todo o Brasil. É o Diretor-Geral da Universidade Corporativa do Administrador (UCAdm), braço educacional do CRA-RJ. Eleito Conselheiro Federal pelo estado do Rio de Janeiro para o biênio 2017-2018.
É membro da Academia Brasileira de Ciências da Administração (ABCA) e vice-presidente da Escolinha de Artes do Brasil, entidade que realiza importantes obras em prol da cultura de jovens e adolescentes. Também é membro efetivo da Assembleia do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam).
É autor de mais de dez livros sobre Administração e de quatro outros sobre política e ação legislativa. Seu livro ‘As Organizações são Morais?’ foi recentemente lançado pela Editora Qualitymark (2014). É autor de centenas de artigos de opinião publicados em mídias nacionais de grande circulação e articulista do Portal Administradores.com.
SERVIÇO
LANÇAMENTO CRA-CE ITINERANTE
Data: 31 de março (sexta-feira)
Horário: 8h30
Local: Praça da Imprensa (Avenida Desembargador Moreira s/nº)

Cagece na Serra da Ibiapaba

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) concluiu as obras de ampliação do ramal norte do sistema adutor da Serra de Ibiapaba. A obra, realizada para garantir maior oferta de água para a população da região, consistiu na duplicação da adutora existente, além de melhorias no sistema de abastecimento. O ramal norte faz parte do complexo abastecido pelo açude Jaburu e atende as cidades de Carnaubal, Tianguá e Viçosa do Ceará.
Com investimento em torno de R$ 45 milhões, a Cagece instalou cerca de 87 quilômetros de adutora, com diâmetros que variam de 100 a 500 mm. A nova adutora está em fase de testes e deverá beneficiar em torno de 150 mil pessoas quando estiver em plena operação.
Além disso, foram construídos dois reservatórios, uma unidade de captação, três estações elevatórias, além da implantação de melhorias na Estação de Tratamento de Água do Jaburu.
De acordo com a gerente da Unidade de Negócio da Bacia da Serra da Ibiapaba, Nataly Acácio, com o Ramal Norte em operação, algumas cidades que hoje possuem abastecimento alternado terão incremento na oferta de água, podendo retomar o abastecimento normal, sem necessidade de rodízio. “Em Tianguá e Viçosa, por exemplo, existem novas áreas que aguardavam a conclusão da obras para serem atendidas pelo novo sistema”, destaca a gerente.

Cartão BNB

Os clientes do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) contam agora com mais uma ferramenta para aproveitar as vantagens do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE): o simulador do Cartão BNB e do Cartão BNB Agro (http://www.simuladorcartaobnb.com.br/). Com ele, é possível conferir com mais rapidez e praticidade as condições de financiamento, incluindo a programação de parcelas a pagar e previsão de bônus sobre os juros.
Como ressaltou o superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócio, Luiz Sérgio Farias Machado, o simulador é voltado para micro, pequenas, médias e grandes empresas, incluindo o setor do agronegócio. "Com essa plataforma, disponível no site do Banco, o cliente informa quanto precisa de crédito e obtém um valor estimado das suas parcelas", afirmou.
A ação atende ao direcionamento estratégico do Banco do Nordeste para ampliação dos serviços digitais, integrando o projeto MPE Digital. "O objetivo é fornecer mais uma ferramenta aos nossos clientes para facilitar o conhecimento sobre as condições diferenciadas do crédito oferecido pelo Banco em relação ao mercado, principalmente no que diz respeito às taxas", reforçou Luiz Sérgio.
Condições
Os cartões BNB combinam a praticidade do crédito rotativo pré-aprovado com as taxas mais competitivas do mercado. Com o Cartão BNB é possível a aquisição de máquinas, veículos e equipamentos em até 72 meses, com direito a bônus de adimplência de 15% sobre os juros. O produto também permite a compra de matéria-prima, insumos e mercadorias para constituição de estoque. 
Já com o Cartão BNB Agro, o cliente pode financiar a aquisição de colheitadeiras, tratores e microtratores, veículos, máquinas e equipamentos para mecanização.

Na AL-CE

Em maio no CEC



Guia de Gestão Urbana


Na AL-CE na tarde de hoje

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) realiza, hoje, a partir das 14h30, audiência pública para discutir os impactos da reforma da Previdência para mulheres, idosos e pessoas com deficiência. A reunião acontece no Complexo de Comissões Técnicas da AL-CE.
Para a deputada Rachel Marques (PT), que solicitou o debate, a desvinculação do benefício de prestação continuada da Assistência Social (BPC) do salário mínimo, mudança já prevista na reforma da Previdência, é inadmissível. “O BPC é um benefício socioassistencial, tendo o papel de proteger dois grupos vulneráveis da nossa população, que são as pessoas com deficiência e os idosos – com grande dificuldade de inserção ou reinserção no mercado de trabalho, garantindo-lhes uma renda mensal”, explica.
A parlamentar esclarece ainda que o objetivo da Previdência Social é garantir que o trabalhador tenha uma renda mensal para sobrevivência quando precisar ou decidir parar de trabalhar, seja temporariamente (por motivo de doença, acidente ou gravidez) ou pelo resto da vida.
Foram convidados para o debate representantes da bancada cearense na Câmara Federal; da Defensoria Pública da União; da Defensoria Pública do Estado do Ceará; do Conselho Estadual dos Direitos dos Idosos (Cedi/CE); do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Cedef/CE); da Frente Cearense em Defesa da Seguridade Social; e da Secretaria de Mulheres da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Na AL-CE

Com a leitura do expediente da sessão plenária de hoje, iniciaram tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) duas mensagens do Executivo.
A de nº 8.096, que acompanha os projeto de lei 22/17, autoriza o chefe do Poder Executivo a pagar indenização aos proprietários, posseiros ou ocupantes de imóveis inseridos na faixa de domínio da correia transportadora do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.
Já a mensagem 8.114/17, que acompanha o projeto 23/17 altera as leis nº 15.194, de 19 de julho de 2012, e 15.056, de 6 de dezembro de 2011, autorizando o Governo do Estado a executar programa de apoio ao trabalho de desapropriação, indenização e remoção das famílias abrangidas pelo projeto de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) ramal Parangaba/Mucuripe.
Depois da leitura no Plenário, as matérias seguem para análise da Procuradoria da AL. Em seguida, para as comissões técnicas da Casa. Se aprovadas, serão encaminhadas para votação em Plenário.

Agenda de Camilo hoje

Agenda do governador Camilo Santana para esta quarta-feira, 29 de março de 2017:

9h30: Encontro dos Governadores do Nordeste
Local: Palácio da Abolição
 
14h: Reuniões internas

29.03.2017

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br  / (85) 3466.4898

VI Prêmio Estácio de Jornalismo

Estão abertas as inscrições para a sétima edição do Prêmio Estácio de Jornalismo, que escolherá as melhores reportagens veiculadas no país sobre Ensino Superior. A Premiação distribuirá um total de R$ 125 mil entre as melhores reportagens veiculadas nas mídias de rádio, TV, impresso e internet. Jornalistas e profissionais de imprensa de todo o Brasil podem concorrer tanto na modalidade Nacional, quanto na Regional. O prêmio é hoje o único em nível nacional dedicado exclusivamente a esta temática.
São elegíveis reportagens que tenham sido publicadas ou veiculadas pela primeira vez entre 11 de junho de 2016 e 10 de junho de 2017. Criado em 2011, o Prêmio Estácio de Jornalismo tem o objetivo de fomentar a produção pela imprensa de matérias jornalísticas que abordem o ensino superior no Brasil, de forma a ampliar o debate e a importância do tema para a transformação do país.
INSCRIÇÕES E PREMIAÇÃO
Para facilitar o processo de cadastro das reportagens, o prêmio conta com uma plataforma online de inscrição. O acesso poderá ser feito pelo site www.premioestaciodejornalismo.com.br . É possível fazer o upload de matérias via plataforma, ou seja, sem necessidade de ter que enviar o material pelo Correio. Na edição 2016, 100% das reportagens foram encaminhadas por meio da plataforma de inscrição online, mostrando que além de prático, o processo é seguro e rápido.
Os R$ 125 mil, distribuídos entre os nove vencedores, serão divididos entre duas modalidades: Nacional e Regional, e estas divididas nas categorias Impresso (Jornal e Revista), Televisão, Rádio e Internet. Na modalidade Nacional, o prêmio para cada vencedor será no valor bruto de R$ 15 mil. Na modalidade Regional, o prêmio para cada vencedor será no valor bruto de R$ 10 mil. O vencedor do prêmio principal, o Grande Prêmio Estácio de Jornalismo 2017, receberá a quantia bruta de R$ 25 mil. Todos receberão certificado e troféu alusivos à premiação.
RESULTADOS
Os finalistas terão seus nomes divulgados em agosto e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente.
Informações
Andre Marins: (21) 3311-9835
Fernanda Andrade: (21) 3311- 9866
Luciana Velho: (21) 3311-8940
Mídias Sociais:

Mostra Outros Cinemas

A Caixa Cultural Fortaleza apresenta, de 10 a 14 de maio, a IX Mostra Outros Cinemas, que exibe curtas e longas-metragens brasileiros que representam a atual identidade da produção nacional independente. Esse ano, a Mostra recebeu 280 inscrições de filmes de todas as regiões do Brasil, nos mais diversos gêneros, formatos e propostas.
Foram selecionados 24 curtas-metragens de 10 estados brasileiros e o Distrito Federal. A participação cearense é a mais expressiva, com seis produções, seguida de São Paulo (quatro) e Rio de Janeiro (três). Produções do Paraná, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraíba completam a programação.
Além dos curtas, três longas foram convidados para a Mostra: o inédito Xale, dirigido por Douglas Soares, será a atração da noite de abertura, no dia 10 de maio, enquanto o cearense A Misteriosa Morte de Pérola, de Guto Parente, fará parte da sessão especial em 11 de maio, destinada a adolescentes de escolas públicas do Ceará. Na sexta, dia 12, será exibido Um Filme de Cinema, de Thiago B. Mendonça, com foco no público infantil.
As sessões são gratuitas e serão seguidas de debate com os realizadores. “O encontro dos diretores com o público é parte fundamental da mostra. Através dessas conversas é possível pensar sobre o cinema que se faz hoje no Brasil”, afirma Bárbara Cariry, diretora e curadora da Mostra Outros Cinemas.
LISTA DE FILMES DA IX MOSTRA OUTROS CINEMAS:
LONGAS-METRAGENS
A Misteriosa Morte de Pérola (Brasil / França – 2014 – 62’ – Ficção – Livre), de Guto Parente
Um Filme de Cinema (SP – 2017 – 84’ – Ficção – Livre), de Thiago B. Mendonça
Xale (Brasil / Armênia – 2016 – 71’ – Híbrido – 12 anos), de Douglas Soares
CURTAS-METRAGENS
A Balada do Sr. Watson (CE – 2017 – 21’ – Documentário – Livre), de Firmino Holanda
A Canção do Asfalto (PR – 2017 – 16’ – Ficção – Livre), de Pedro Giongo
Algo do que Fica (GO – 2017 – 23’ – Ficção – 12 anos), de Benedito Ferreira
Aquela Rua Tão Triumpho (SP – 2016 – 15’ – Ficção – 14 anos), de Gabriel Carneiro
Balada Para os Mortos (MA – 2016 – 21’ – Ficção / Documentário / Híbrido – 14 anos), de Lucas Sá
Buscando Helena (RJ – 2016 – 20’ – Documentário – Livre), de Ana Amélia Macedo e Roberto Berliner
Cidade Fantasma Cidade (DF – 2016 – 13’ – Ficção – Livre), de Amanda Devulsky e Pedro B.
Close (CE – 2016 – 20’ – Documentário – Livre), de Rosane Gurgel (foto)
Curta Memória (MG – 2016 - 9’ – Documentário / Experimental – 12 anos), de Arthur B. Senra
E o Galo Cantou (GO – 2016 – 23’ – Ficção – Livre), de Daniel Calil
Janaina Overdrive (CE – 2016 – 19’ – Ficção – 16 anos), de Mozart Freire
Noite Púrpura (PR – 2016 - 18’ – Ficção – Livre), de Caroline Biagi
Os Cuidados Que Se Tem Com o Cuidado que os Outros Devem Ter Consigo Mesmos (SP – 2016 – 20’ – Ficção – 12 anos), de Gustavo Vinagre
Ótimo Amarelo (BA – 2016 – 20’ – Documentário – Livre), de Marcus Curvelo
Outubro Acabou (RJ – 2015 – 24’ – Ficção/Documentário/Experimental – Livre), de Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes
Pele Suja Minha Carne (RJ – 2016 – 15’ – Ficção – Livre), de Bruno Ribeiro
Pobre Preto Puto (RS – 2016 – 15’ – Documentário), de Diego Tafarel
Primeiro Ensaio (MG – 2016 – 5’ – Documentário – Livre), de Daniel Couto
Quem Matou Eloá? (SP – 2015 - 24’ – Documentário - 12 anos), de Lívia Perez
Stanley (PB – 2016 – 19’ – Ficção – 18 anos), de Paulo Roberto
Superdance (CE – 2016 – 20’ – Ficção – 12 anos), de Pedro Henrique
Território (SP – 2016 – 19’ – Ficção – Livre), de Iris Junges
Um Assunto Meio Delicado (CE – 2016 – 18’ – Ficção – Livre), de Marcelo Ikeda
Voar (CE – 2017 – 13’ – Ficção – 14 anos), de Cesar Teixeira
Sobre a Mostra Outros Cinemas
A Mostra Outros Cinemas tem como proposta difundir obras audiovisuais de arte, experimentais e contemporâneas. Uma mostra feita para aqueles que estudam cinema, trabalham com cinema ou querem fazer cinema, possibilitando o conhecimento da produção realizada por jovens de todo o Brasil. São outros olhares, discursos, sentimentos e estéticas, bem diferentes dos estabelecidos pelo grande mercado de entretenimento.
Serviço
Cinema: IX Mostra Outros Cinemas
Local: Caixa Cultural Fortaleza
Endereço: Avenida Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 10 a 14 de maio de 2017
Horário e Classificação indicativa: Consultar programação
Entrada gratuita (sujeita à lotação do teatro)
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Bilheteria Caixa Cultural Fortaleza:
(85) 3453-2770

Fora Temer

BIM

Com a proposta de integrar todas as etapas e projetos que fazem parte de uma construção, a plataforma BIM (abreviação de Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção) será tema de um workshop gratuito em Fortaleza, amanhã, no auditório da Unichristus. O evento é uma realização do Sindicato das Construtoras (Sinduscon-CE), por meio do Programa de Inovação da Indústria da Construção (Inovacon).
Projetistas, engenheiros, arquitetos e demais envolvidos no processo de construção vão debater as vantagens da implantação do BIM, sistema que, além de estar mudando a forma de construir gerando produtividade e redução de custos, armazena todas as informações sobre a obra, identifica divergências entre cada fase de sua execução, como as partes elétricas, hidráulicas, fundações, entre outras.
Para o presidente do Sinduscon-CE, André Montenegro de Holanda, "uma das viabilidades do sistema BIM é a de simular todas as etapas do projeto, o que resulta na diminuição de gastos, bem como erros de planejamento no andamento da obra". A produção virtual do projeto integra e conserva todas as informações da obra, caso, no futuro, seja necessária a consulta de alguma delas.
Para o evento, estão confirmadas as presenças do consultor BIM da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Rogério Suzuki; do diretor técnico da Sinco Engenharia e líder do Projeto Disseminação do BIM, Paulo Rogério Luongo Sanchez; e de representantes das empresas desenvolvedoras do BIM, que vão expor as diversas possibilidades de uso da tecnologia no mercado da construção.
O evento, promovido pela CBIC, por meio da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (COMAT) e o Senai Nacional, está percorrendo diversas capitais brasileiras para disseminar o conceito. As vagas são gratuitas e limitadas. Os interessados podem se inscrever no site: www.sindusconce.com.br. Mais informações (85) 3456-4050.
SERVIÇO
Workshop Implantação do BIM
Data: 30 de março (quinta-feira)
Horário: 7h30 às 13 horas
Local: Auditório I da Unichristus (Avenida Dom Luís, 911 – Meireles / 15º andar).

'Paixão Nordestina'

video
O vereador Márcio Martins (PR) promove, hoje, às sete da noite, no auditório Ademar Arruda, da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), sessão solene em homenagem aos 20 anos da quadrilha Paixão Nordestina

Hospital da Mulher

video
A vereadora Eliana Gomes (PCdoB) presta contas da visita da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Fortaleza ao Hospital da Mulher.

Fala Temer

Acompanhei mais esta bela vitória da nossa Seleção. Parabéns ao técnico Tite e aos nossos jogadores. Estamos cada vez mais perto da Copa.

terça-feira, 28 de março de 2017

Coca Cola compra AdeS

A The Coca-Cola Company (NYSE: KO), junto com seus engarrafadores na América Latina, anunciou hoje, o fechamento da aquisição de AdeS®, bebida à base de soja que pertencia a Unilever (LN: ULVR). A Coca-Cola Company é agora a única proprietária da marca AdeS®.
No dia 1º de junho de 2016, The Coca-Cola Company e Coca-Cola FEMSA, S.A.B. de C.V. (BMV: KOFL; NYSE: KOF) fecharam um acordo com a Unilever (LN: ULVR) para adquirir o negócio AdeS®. Outros engarrafadores da Coca-Cola se juntaram para participar do investimento antes do fechamento da transação. 
Os engarrafadores participantes da transação são os seguintes: Coca-Cola FEMSA, Arca Continental, Embotelladora Andina, Embonor, Corporacion Del Fuerte, Corporacion Rica, Bepensa, Embotelladora del Nayar, Embotelladora de Colima, Solar, Brasal, Bandeirantes, Sorocaba, Simoes, Uberlandia, CVI, Lee, and Monresa.  Jugos del Valle S.A.P.I. de C.V., nossa joint venture com parceiros para engarrafamento no México também participaram da transação. 
Lançada em 1988 na Argentina, AdeS® é a marca líder de bebida à base de soja na América Latina. Como primeira grande marca lançada na categoria, AdeS® foi pioneira no desenvolvimento do segundo maior mercado global de bebidas à base de soja.  A marca está presente no Brasil, México, Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile e Colômbia.
"Estamos empolgados em trazer AdeS® para nosso crescente portfólio de bebidas na América Latina, já que poderemos assim aumentar o número de produtos nutritivos e saborosos oferecidos a nossos consumidores. AdeS® é uma marca líder na categoria de bebidas à base de soja, que está em franco crescimento e é de grande interesse para nossos clientes e consumidores nos mercados que atendemos", explicou Alfredo Rivera, presidente do Grupo América Latina da The Coca-Cola Company.
"AdeS® complementa e aprimora nossa oferta de um portfólio completo de bebidas, proporcionando aos nossos consumidores uma ampla gama de opções. Juntamente com o nosso parceiro, The Coca-Cola Company, vamos alavancar a posição de liderança da marca AdeS®, integrando-a ao nosso robusto modelo de rota de mercado para impulsionar valor e inovação nesta nova plataforma de bebidas ", reforçam os fabricantes participantes do acordo. 
AdeS® fará parte da expansão das plataformas de bebidas da Coca-Cola na América Latina. Nos últimos anos, o Sistema Coca-Cola ampliou sua presença nos negócios de suco, laticínios e café da América Latina, graças à aquisição de marcas importantes como Sucos Del Valle (América Latina), Sorvetes Santa Clara (México), Tonicorp (Equador), Estrella Azul (Panamá) e Verde Campo (Brasil).

Seguidores

Arquivo do blog