Pesquisar no blog

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Golfinho Rotador

Amanhã (23), o Projeto Golfinho Rotador, patrocinado pela Petrobras, completará 23 anos de atividades de pesquisa e preservação da espécie em Fernando de Noronha (PE). Desde sua criação, em 1989, os pesquisadores já realizaram mais de seis mil dias de observação e 1.500 mergulhos com os golfinhos. Eles estimam uma população de dez mil indivíduos no arquipélago. Além de pesquisar e promover atividades para preservar o comportamento natural destes animais, a iniciativa compreende a promoção do desenvolvimento sustentável na região e a conscientização ambiental de moradores e visitantes.

Um desafio constante do projeto é equilibrar as ações de preservação com o turismo local. Os golfinhos usam o arquipélago para descanso, reprodução e cuidado com filhotes, entre outras atividades importantes para a manutenção da população. As pesquisas do projeto apontam que o turismo náutico tem impactado no deslocamento dos rotadores para novas áreas no arquipélago: Baía de Santo Antônio e Entre Ilhas. Entre 1991 e 2005, os golfinhos ocupavam a Entre Ilhas em 30% dos dias do ano. Hoje, há golfinhos-rotadores descansando na região em 93% dos dias, enquanto que, na Baía dos Golfinhos, área protegida desde 1987, o tempo de permanência caiu para 2h36min por dia, contra 8 horas, nos primeiros dez anos do projeto. "Em curto prazo, a possível reação é o abandono da área e, em longo prazo, a diminuição da população", alerta o coordenador do projeto, José Martins. "Por isto, medidas de proteção aos golfinhos precisam ser urgentemente implementadas em Fernando de Noronha, entre elas, limitar a velocidade das embarcações em todas as áreas de concentração de golfinhos e não permitir o acesso de barcos em Entre Ilhas, área preferencial de descanso de golfinhos no arquipélago", ressalta.

O programa de pesquisas é desenvolvido por meio de observações do comportamento natural, análise de registros de imagens e sons, coleta de material genético e análise das interações destes golfinhos com o turismo e a pesca. O projeto reúne resultados expressivos, como afirma José Martins. "Propomos, divulgamos e passamos a fiscalizar o cumprimento das normas de conservação de cetáceos em Fernando de Noronha; contribuímos para ampliar a consciência dos moradores e visitantes quanto à necessidade de se preservar os golfinhos; descrevemos os comportamentos de descanso, reprodução, guarda e amamentação da espécie em ambiente natural e capacitamos moradores para atuar no mercado de trabalho de turismo".

Por meio das atividades de educação ambiental, foram atendidos mais de 8,5 mil alunos da região. Além disto, o projeto promove, de forma gratuita, a capacitação de jovens noronhenses em profissões relacionadas ao turismo local, como instrutor de mergulho autônomo e conversação em inglês. E também realiza um programa de consultoria gratuita em gestão sustentável aos meios de hospedagens, pelo qual tem registrado melhora na gestão do uso da água, eficiência energética, resíduos sólidos, efluentes líquidos e insumos.

Planejamento Estratégico Integrado de Biodiversidade Marinha

A Petrobras patrocina desde 2001 o Projeto Golfinho Rotador e, em 2007, a iniciativa passou a fazer parte do Planejamento Estratégico Integrado de Biodiversidade Marinha (Rede Biomar). A Rede foi criada pela Petrobras em parceria com o Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade (ICMBio) do Ministério do Meio Ambiente. O objetivo é fortalecer as políticas de conservação marinha, no âmbito nacional e internacional. O Planejamento tem como linhas de atuação a ampliação do conhecimento científico sobre as espécies, promoção da inclusão social das comunidades que vivem nas áreas de atuação dos projetos, programas de educação ambiental e fortalecimento de políticas públicas, atividades de comunicação sobre sustentabilidade, entre outras. Atualmente fazem parte da Rede Biomar os projetos Tamar, Baleia Jubarte, Coral Vivo, Albatroz, além do Golfinho Rotador, todos patrocinados pela Petrobras.

Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional
Telefone: 55 (21) 3224-1306 e 3224-2312
Plantão: 55 (21) 9921-1048 e 9985-9623
Fax: 55 (21) 3224-3251
imprensa@petrobras.com.br

Nenhum comentário: