Cine Ceará 2013

O Cine Ceará divulgou seus concorrentes e filmes em exibições especiais. O festival, em sua 23ª edição, acontece de 7 a 14 de setembro. Lá estaremos, depois de Veneza. Do Lido, Fortaleza é um pulinho, passando por Lisboa.

MOSTRA COMPETITIVA IBERO-AMERICANA DE LONGA-METRAGEM
SE DEUS VIER QUE VENHA ARMADO de Luis Dantas. Ficção. 85’. BRASIL. 2013. 18 Anos.
EMAK BAKIA de Oskar Alegria. Documentário. 83’. ESPANHA. 2012. Livre
OLHO NU de Joel Pizzini. Documentário. 101’. BRASIL. 2013. Livre
RINCÓN DE DARWIN de Diego Fernandez Pujol. Ficção. 78’. URUGUAI. 2013. Livre
EL PACIENTE INTERNO de Alejandro Solar Luna. Documentário. 83’. MEXICO. 2012. 12 Anos
LA PELÍCULA DE ANA de Daniel Diaz Torres. Ficção. 157’. CUBA. 2012. 16 Anos
MERCEDES SOSA, A VOZ DE LATINO-AMÉRICA de Rodrigo H Vila. Documentário. 93’. ARGENTINA. 2013. Livre
SOLIDÕES de Oswaldo Montenegro. Ficção. 93’. BRASIL. 2013. 12 Anos
MOSTRA COMPETITIVA BRASILEIRA DE CURTAS-METRAGENS
AU REVOIR de MILENA TIMES. Ficção. 20’. PE. 2013. Livre
ED. de Gabriel Garcia. Animação. 13’ 56’’. RS. 2013. 12 Anos
EM CARTAZ de Fernanda Teixeira. Documentário. 18’. RJ. 2013. Livre
JESSY de Paula Lice, Rodrigo Luna E Ronei Jorge. Documentário. 15’. BA. 2013. 12 Anos
MAURO EM CAIENA de Leonardo Mouramateus. Documentário. 18’. CE. 2012. Livre
O MELHOR AMIGO de Allan Deberton. Ficção. 17’. CE. 2013. 12 Anos
O PACOTE de Rafael Aidar. Ficção. 18’. SP. 2013. 14 Anos
O PAI DO GOL de Luiz Ferraz. Documentário. 17’. SP. 2012. 10 Anos
O QUE LEMBRO, TENHO de Rafhael Barbosa. Ficção. 19’. AL. 2012. Livre
PINTAS de Marcus Vinicius Vasconcelos. Animação. 12’ 57’’. SP. 2013. 12 Anos
QUINHA de Caroline Oliveira. Ficção. 19’. PE. 2013. Livre
SANàde Marcos Pimentel. Documentário. 18’. MG/MA. 2013. Livre
MOSTRA MARIA DE MEDEIROS
AVENTURAS DO HOMEM INVISÍVEL – com presença da diretora-atriz
MARIA DE MEDEIROS. Doc-ficção. 15’. Brasil. 2012. 14 Anos
REPARE BEM
MARIA DE MEDEIROS. Documentário. 95’. Brasil/Itália/França. 2012. 10 Anos
HENRY & JUNE
PHILIP KAUFMAN. Ficção. 136 min. Estados Unidos. 1990. 16 Anos
O CONTADOR DE HISTÓRIAS
LUIZ VILLAÇA. Ficção. 100’. Brasil. 2009. 14 Anos
CAPITÃES DE ABRIL
MARIA DE MEDEIROS. Ficção. 124’. Cor. Portugal. 2000. 12 Anos
VIAGEM A PORTUGAL – com a presença do diretor
SÉRGIO TRÉFAUT. Ficção. Digital. 75’. P&B. Portugal. 2010. 10 Anos
MOSTRA OLHAR DO CEARÁ
CHARIZARD, de Leonardo Mouramateus. Ficção. 14’. CE. 12 Anos
MEU AMIGO MINEIRO, de Victor Furtado. Ficção. 23’. CE. Livre
DAMAS DA LIBERDADE, de Célia Gurgel e Joe Pimentel. Documentário. 15’. CE. 12 Anos
SEM ESPINHOS, de Euzebio Zllocowick. Experimental. 6’22”. CE. Livre
CRISÁLIDA, de Thiago César Almeida. Ficção. 23’. CE. Livre
MUNDO, de Thiago César Almeida. Experimental. 1’56”. CE. Livre
NÃO VÁ SE PERDER, de Vanessa Pinheiro. Ficção. 20’. CE. 12 Anos
DESNORTE EM NOVEMBRO, de Samuel Carvalho. Ficção. 19’. CE. 14 Anos
AERODINÂMICOS, de Carlos Normando. Documentário. 20’. CE. Livre
A RABECA, de Irene Bandeira. Ficção. 19’. CE. Livre
AFETOS, A VIAGEM MAIS LONGA, de Tiago Pedro.Documentário.14’. CE. Livre
CONCEITO PRÉVIO, de Ana Jéssica Mendes de Oliveira e Leandro Monteiro. Documentário. 23’. CE. Livre
PEIXE RONCADOR, de Fabiane de Paula e WaleskaDocumentário. 20’. CE. Livre
CALDEIRÃO VIVO, de Leandro da Silva Freire. Ficção. 20’. CE. Livre
LOGRADOR, O PARAÍSO DE UM POETA, de Marilena Lima. Documentário. 20’. CE. Livre
COGITO, de Thiago César Almeida. Experimental. 3’14”. CE. Livre
ÁGUA DO SERTÃO, de Marcelo Justino. Documentário. 20’20”. CE. Livre
DOUTOR RELICARE CONTRA O UNIVERSO, de Gabriel Mota. Ficção. 11’31”. CE. Livre
NINJA ANIMAL, de Walmick Campos. Ficção. 8’56”. CE. Livre
ONDE FICA UIRAPONGA?, de Rogério Nogueira. Documentário. 16’16”. CE. Livre
MEMÓRIAS VIVAS, de Elton Rodrigues Santos e Janaina dos Santos Freitas. Documentário. 20’. CE. Livre
A PARANÓIA, de Ernani Paiva. Ficção. 12’. CE. 16 Anos
CRIAÇÃO DE PORCOS, de Henrique Oliveira. Ficção. 20’. CE. 12 Anos
EXIBIÇÕES ESPECIAIS
EL FAUSTO CRIOLLO, de Fernando Birri. Ficção. 90’. Argentina
FERNANDO BIRRI, O ERRANTE UTÓPICO, de Humberto Ríos. Documentário. 104’. Argentina. Livre
PAISAJES DEVORADOS, de Eliseo Subiela. Ficção. 75’. Argentina. Livre
ANTES DO FIM, de Glauber Paiva. Documentário. 29’. Brasil. Livre
O ÚLTIMO RASTRO, de Marcus Moura. Documentário. 72’. Brasil. 12 Anos
EU, VITÓRIA, de Glauber Filho. Documentário. 20’. Brasil. Livre
O MÉDICO DOS POBRES – A VIDA REDENTORA DE BEZERRA DE MENEZES, de Glauber Filho e Joe Pimentel. Documentário. 58’. Brasil. Livre
BLOOD MONEY, de David K. Kyle. 75’. Documentário. Estados Unidos. 14 Anos
MOSTRA PORTUGAL CONTEMPORANEO
JUVENTUDE EM MARCHA, de Pedro Costa. 140’. Documentário. Portugal/ França/ Suíça. 12 Anos
É NA TERRA NÃO É NA LUA de Gonçalo Tocha. Documentário. 185’. Portugal. 10 Anos
A VINGANÇA DE UMA MULHER, de Rita Azevedo Gomes. Ficção. 100’. Portugal. 16 Anos
BRANCA DE NEVE, de João César Monteiro. Ficção. 75’. Portugal. 12 Anos
O FANTASMA, de João Pedro Rodrigues. Ficção. 90’. Portugal. 18 Anos
GUERRA CIVIL, de Pedro Caldas. Ficção.  90’. Portugal. 14 Anos
TABU, de Miguel Gomes. Ficção. 120’. Portugal/Brasil/Alemanha/França. 14 Anos
VIAGEM À CABO VERDE, de José Miguel Ribeiro. Documentário. 17’. Portugal. Livre
CHINA, CHINA, de João Pedro Rodrigues E João Rui Guerra Da Mata. Ficção. 19’. Portugal. 10 Anos
CANÇÃO DE AMOR E SAÚDE, João Nicolau. Ficção. 30’. Portugal / França. Livre
KALI, O PEQUENO VAMPIRO, de Regina Pessoa. Animação. 9’. Portugal / Canadá / França / Suiça. 10 Anos
MERCÚRIO, de Sandro Aguilar. Ficção. 18’. Portugal. 10 Anos
RAFA, de João Salaviza. Ficção. 20’. Portugal. 12 Anos
O NOME E O N.I.M., de Inês Oliveira. Ficção. 25’. Portugal. 14 Anos
MOSTRA CANAL BRASIL
DOSSIÊ JANGO, de Paulo Henrique Fontenelle. Documentário102’. Brasil. 12 Anos
LOKI, de Paulo Henrique Fontenelle. Documentário. 120’. Brasil. Livre
JORGE MAUTNER – O FILHO DO HOLOCAUSTO, de Pedro Bial e Heitor D`Alincourt. Documentário. 93’. Brasil. 10 Anos
DZI CROQUETTES, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez. Documentário. 101’. Brasil. 10 Anos
ROCK BRASÍLIA – ERA DE OURO, de Vladimir Carvalho. Documentário. 111’. Brasil. 12 Anos
CANÇÕES DO EXÍLIO, A LABAREDA QUE LAMBEU TUDO, de Geneton Moraes Neto. 

Comentários